Semana do Café fará parte do calendário de eventos do município

por adm publicado 22/11/2019 11h35, última modificação 22/11/2019 14h43

Proposta legislativa apresentada pelo vereador Regis Basso Andrade, aprovada na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores, do dia 19 de novembro, ressalta a importância do café para o desenvolvimento de Andradas.

Aprovado por todos os vereadores presentes, o Substitutivo ao Projeto de Lei Ordinária pelo Legislativo nº 21/2019, institui no calendário de comemorações oficiais a Semana do Café com o objetivo de realizar, anualmente, ações que promovam questões culturais e históricas relacionadas à cultura cafeeira em Andradas, uma das molas propulsoras da economia e da geração de emprego e renda do município.

A Semana do Café será promovida em conjunto com a Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, com a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer, e em parceria com as entidades do município que dão assistência ao produtor e comerciante de café em Andradas.

As ações incluirão concursos culturais para os estudantes da rede de ensino público e privado para estimular a produção literária que resgate a história do café no município; estímulo à visitação em propriedades rurais, empreendimentos ligados a cafeterias e órgãos públicos municipais e estaduais que resgatem a história do café, à realização de cursos, palestras e debates com agricultores e outros profissionais ligados ao tema, visando maior capacitação dos produtores e mais conhecimento por parte do público leigo; realização de atividades artísticas que destaquem a cultura do café em Andradas como roteiro turístico da cidade e região, valorizando e resgatando a cultura histórica dos antigos produtores no município.

Segundo o vereador Regis Basso, o objetivo da proposta legislativa é “aplicar ações de incentivo, capacitação e resgate cultural e histórico do produto café no município de Andradas, abarcando desde a história dos primeiros produtores no município até os atuais, que necessitam muitas vezes do incentivo do Poder Público em parceria com outras entidades para continuar produzindo café de qualidade, como já é reconhecido em outros locais do Brasil e do mundo. Andradas é conhecida como Terra do Vinho, mas não pode deixar de lado outros lados de sua história, pois o café é ao lado de outros produtos parte do motor que move a economia do município e possui material histórico e cultural suficientes para serem explorados, assim como potencial de crescimento se for incentivado pelo Poder Público e direcionado ao pequeno e médio produtor de café”.

O vereador salientou, durante discussão do projeto em sessão plenária, que esteve em contato como o presidente do Sebrae-MG, Carlos Melles, “que se comprometeu a dar todo o suporte necessário através da instituição para os pequenos e médios produtos de café de Andradas que tem excelente qualidade”.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.