SBS recebe título de Utilidade Pública

por adm publicado 19/06/2019 14h23, última modificação 19/06/2019 14h23

O Projeto de Lei Ordinária, pelo Legislativo, nº 13/2019 que “Declara de Utilidade Pública a entidade Sociedade Beneficente de Senhoras da Santa Casa de Misericórdia de Andradas”, foi discutido e votado na 11ª Sessão Ordinária do dia 19 de junho, sendo aprovado por unanimidade.

O projeto foi proposto pelo vereador Regis Basso Andrade e recebeu manifestações de apoio de todos os vereadores presentes que salientaram a importância desse reconhecimento à SBS que atua com dedicação na arrecadação de recursos para auxiliar na manutenção da Santa Casa.

O Título de Utilidade Pública Municipal é uma ferramenta que reconhece que a entidade presta serviços relevantes à sociedade. Com isso, a instituição poderá reivindicar, nos órgãos competentes, isenções de taxas, por exemplo. O título concede ainda credibilidade para que a entidade possa ter direito e acesso a verbas destinadas à continuidade do trabalho social e educativo desenvolvido em prol do bem comum.

Para ter direito ao Título de Utilidade Pública, é necessário que a entidade tenha no mínimo um ano de fundação, esteja com a prestação de contas do último exercício financeiro atualizada, fazer jus à gratuidade dos membros da diretoria, ter personalidade jurídica (estar registrada em cartório) e possuir Ata de Fundação.

Com toda a documentação, representantes da entidade devem se dirigir a um vereador para solicitar a criação do projeto de lei. Após votação e aprovação pelos vereadores, o projeto torna-se lei, com vigência de cinco anos.

Na mesma sessão, os vereadores aprovaram ao Projeto de Lei Ordinária, pelo Legislativo, nº 16/2019, que “Institui no calendário de comemorações oficiais do Município de Andradas a Semana de Combate ao Uso de Drogas”. A proposta do projeto, de autoria do vereador e presidente da Casa Marcio Donizeti Teodoro, é organizar uma programação especial todos os anos, a ser comemorada no mês de junho abrangendo o dia 26, “Dia Nacional de Combate ao Uso de Drogas”.

Durante a semana o poder público Municipal poderá organizar trabalhos que visem desenvolver atividades educativas junto à população bem como preventivas quanto ao uso de drogas. Os trabalhos que desenvolvam estas atividades poderão ter abrangência à esfera da educação, ação social, segurança, saúde, entre outras intuições e/ou segmentos que trabalhem a causa.

Dentre as atividades que serão desenvolvidas podem estar incluídas palestras, debates, discussões e rodas de conversas sobre o tema para auxiliar as pessoas a identificar os problemas e agir diante das diversas situações; distribuição de folhetos e informativos, em diversos pontos, como nas portas das escolas, unidades básicas de saúde e estabelecimentos comerciais, com exposição do tema e apontamentos para conscientizar a população; iniciativas junto à sociedade civil e instrumentos para garantir a divulgação e o aperfeiçoamento do assunto junto à população.

O vereador Ricardo Felisberto dos Reis não participou da sessão para cumprir agenda de compromissos na Secretaria de Estado da Educação, em Belo Horizonte.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.